sábado, 28 de fevereiro de 2009

Fred vem aí. Agora é só arrumar a casa para o ressurgimento do Fluzão!

.




.
Com a chegada do Fred pelo menos uma das dúvidas cruéis do René Simões será dissipada. Sua titularidade é inquestionável, mesmo se ele se apresentar fora de forma. Centro-avante nato, habilidoso e que sabe como ninguém colocar a bola nas redes.
.
O time ganhará também alguém com capacidade de fazer gol de cabeça, fato inexistente desde a saída do Washington, pois o que temos visto até agora são as presenças insistentes e inócuas de Luiz Alberto e Edcarlos em todas as jogadas de bolas paradas. Se já não são tão bons, principalmente o Edcarlos, para salvar as bolas na área do Flu, imaginem atacando. Fahel que o diga. Enquanto isso, René nada vê, ou se vê nada faz para melhorar.
.
Outra grande vantagem é que com a chegada do Fred a torcida tricolor ficará definitivamente livre da presença de Roger, apesar de na maior cara de pau, ele já ter declarado por diversas vezes que o Fred vai chegar para disputar a posição. Pode até ser que aconteça uma aberração dessas, mas com certeza a disputa não será com o Roger, que no fundo foi uma tremenda jogada dos espertos dirigentes do genérico paulista e como sempre "engolida" por aqueles que infelizmente decidem o destino de nosso querido Tricolor.
.
O Fluminense poderá agora ser escalado com Fred como centro-avante e Everton Santos ou Leandro Amaral completando a dupla de ataque. No momento atual Everton está melhor, mas nada impede que com o treinamento adequado Leandro recupere a sua velha forma e volte a ser titular, pois uma coisa é jogar ao lado do Roger, outra com o Fred. Maicon e Alan serão boas opções para substituir o Fred em seus impedimentos.
.
O meio campo não poderá ser outro que aquele formado por Conca e Thiago Neves. No decorrer das partidas, o Tartá deverá ser aproveitado aos poucos, de modo que o time esteja preparado para a saída do Thiago no segundo semestre.
.
Dos volantes existentes, não me agrada a titularidade do Fabinho, embora muitos tricolores têm me contestado com frequência. Alegam eles que Fabinho tem garra, joga sério e não foge do pau.
.
Sob esse aspecto, até que eles têm razão. Mas futebol não é boxe. Disciplina e aplicação são fundamentais, mas quando falta o talento a coisa não funciona. A habilidade para dominar a bola e executar passes precisos é atributo que ele não possui. Vejam os times que mais fazem sucesso no momento: o Cruzeiro tem Fabrício e Ramires; o genérico mais poderoso tem Hernanes e Jean, com Arouca na reserva; o Palmeiras tem o Diego Souza e aquela equipe quase imbatível, campeã de 1984, tinha Jandir e Deley. E não devemos nos esquecer de como perdemos a Libertadores, justamente por falhas de um volante cabeça de agre e defenestrado tardiamente.
.
Creio que estaríamos mais bem servidos com o Wellington Monteiro, volante de origem, ao qual nunca foi dada uma oportunidade em sua real posição, ou até mesmo o Romeu, que vez por outra faz um gol de fora da área. Mas se for para voltar com o Jailton, o melhor é deixar o Fabinho mesmo.
.
Diguinho dos males é o menor. Não vejo no elenco ninguém melhor que ele na posição. Só é preciso que a comissão técnica o prepare física e tecnicamente ao nível que se apresentava no Botafogo.
.
Outro cuja titularidade deve ser contestada é o Edcarlos. Provavelmente a zaga com Luiz Alberto e Cássio funcione melhor, pelo menos nas duas oportunidades que teve Cássio mostrou futebol superior. O problema é que o René parece ter medo de escalar jovens valores.
.
O mesmo se aplica à lateral esquerda. Leandro precisa urgentemente de uma reciclagem para ver se consegue recuperar a forma anterior. Enquanto isso, uma oportunidade deveria ser dada ao João Paulo.
.
Na lateral direita, não tem jeito mesmo. Só temos o Mariano. Ou o treinamos de forma adequada ou teremos que contratar outro lateral, a menos que exista alguém escondido nos juniores.
.
Goleiro, só temos um, então não existe alternativa.
.
Julgo que esse time poderá dar caldo tanto na Taça Rio como na Copa do Brasil. Mas aí vem a pergunta que não quer calar: Seria René o técnico ideal para essa transformação? Grande parte da torcida acha que não e alguns já começam a manifestar sua descrença dos treinos, exibindo faixas exigindo sua substituição.
.
.
.
E você tricolor, o que acha?
.

----------------------------------------------------------------------------------

.
EMPRÉSTIMOS DE ATLETAS
.
Muito boa a política adotada pelo clube de emprestar várias promessas que estouraram a idade para jogar nos juniores, com o objetivo de ganhar experiência. Até que enfim uma ação positiva com relação às revelações de Xerém.
.
O goleiro Kléver foi para o Londrina, a dupla de zagueiros Sandro e Anderson para o Ituano, o volante Fernando para o Boavista e os meias Felipe e Noel para o Tupi.
.
Sandro e Anderson tiveram algumas oportunidades na equipe titular e também o Fernando, que poderá ser observado melhor quando do jogo com o Boavista pela Taça Rio.
.
Outro que me causou excelente impressão foi o Noel, quando disputou uma Taça São Paulo atuando de lateral esquerdo. Jogador forte e com chute potente. A deficiência era a estatura baixa, pode ter crescido com a idade. Quem sabe não estará aí uma solução futura para a lateral esquerda se o João Paulo não vingar?
.

Um comentário:

Marcio Cardoso disse...

Alo Helio,

eu vi na internet e parece q o Parreira vem tbem. Eh novidade ou eh boato?

grande abc,

Marcio