quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Banho de bola! Flu 6 x1 América

Foi uma vitória tranqüila. O adversário não ofereceu resistência, então todos puderam jogar e bem. Em partidas com placar elástico, substituições são válidas, para dar ritmo de jogo aos demais e principalmente poupar os titulares. A partida foi tão fácil que não há muita coisa a comentar, a não ser a confirmação do medo da volta do Fabinho. Vira e mexe, o Renato escala novamente seu protegido. Não se sabe exatamente qual é a dele, mas essa insistência é muito estranha.

Maurício é bom jogador, mas ainda muito verde. Comete excessivas faltas na entrada da área. Numa delas, bola no travessão e em outra, gol do América. A propósito, Fernando Henrique voltou em grande gala. Apresentou um novo estilo de falha. O futuro reserva grandes emoções aos tricolores. Continuamos sem goleiro. Enquanto isso, o da Cabrofriense brilha. Aliás, talvez fosse uma solução. Sua contratação deverá ser mais fácil que os tentados até então, a um custo bem menor.

Para o Fla-Flu, o Thiago Neves terá condições de jogo. Só esperamos que o Renato não saque o Conca.

De resto, dos que jogaram na contenção, nenhum é melhor que o Arouca. Idiossincrasias do técnico.

Boa noite, tricolores. Curtam a vitória e a exibição dos atacantes. Vamos lotar o Maracanã. Que venha o Urubu!

4 comentários:

tricolor de coração disse...

como o Renato gosta de jogar com dois marcadores minha sugestão para o meiocampo é Roger, Arouca, Conca e Thiago Neves. No ataque Leandro Amaral e Washington que dependendo do jogo podia ser substituido pelo Dodô. O time fica mais equilibrado, a desgraça continua no gol. Não vi o goleiro da Cabofriense, mas concordo q deve ser melhor q os do flu.

Anônimo disse...

Fabinho come renato ou renato come fabinho. Tanta fixação assim só pode ser boilagem.

Anônimo disse...

hahahaha certamente os 2 se comem!

Anônimo disse...

hahahaha certamente os 2 se comem!