sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Fluminense 2 x 2 Universidad Chile. E la Sud-Americana se fué!

.............. bye bye Cuca. Do jeito que está, sem técnico é melhor. ........... (crédito da foto: globoesporte.com)
.
É isso mesmo, adeus Sul-Americana. Menos um título na conta do Cuca.
.
E não foi por falta de aviso. Já havia sido previsto no post da última quarta-feira que a não inscrição na competição de vários jogadores mais habilidosos dos que jogam atualmente poderia dificultar em muito a conquista. E não deu outra, uma vez mais os volantes dantescos preferidos do Cuca puseram tudo a perder.
.
Um jogo fácil, que poderia até ter terminado com uma goleada histórica, não fosse a fragilidade de Diogo e Diguinho, responsáveis diretos pelos gols chilenos. No primeiro, Diogo falhou bisonhamente, de novo tentando rebater a bola meio que caindo. No segundo, Diguinho perdeu feio no jogo de corpo e tal qual uma donzela caiu de maduro, deixando livre o caminho para o adversário centrar para o meio da área completamente desguarnecida.
.
Não satisfeito em dar de bandeja o empate para os chilenos, Diguinho errou praticamente todos os passes. Inúmeros contra-ataques foram perdidos nos seus passes quadrados. Nessa altura, eu olhava para o banco e via apenas o Maurício como opção.
.
Difícil de entender como o Cuca não percebe que o Diguinho ainda é um convalescente de moléstia grave. Nos primeiros vinte ou trinta minutos de cada jogo até que ele se apresenta bem, mas a partir daí o gás acaba e ele desanda a fazer asneiras. É evidente que necessita de um período para recuperação, fato que a obtusidade do Cuca não permite enxergar. Aos que não concordam, lembro a vitória sobre o Santo André, onde a equipe não sofreu os sobressaltos com os erros do Diguinho.
.
E depois de ver essas cenas patéticas não paro de me perguntar por que Urrutia e González não foram inscritos.
.
João Paulo, ainda muito jovem, provavelmente poderá ser perdido num futuro não muito distante. O que me pergunto é o porquê do Cuca insistir com ele para sistematicamente substituí-lo durante as partidas. E o Dieguinho não foi inscrito.
.
Cuca tentou a mesma mágica manjada de sempre. Colocou Marquinho e Roni na vã esperança de que eles pudessem resolver alguma coisa. Pura perda de tempo. Enquanto isso, o Fábio Neves não foi inscrito e o Tartá nem no banco fica.
.
Dessa vez até que o treinador acertou no esquema. O time começou sufocando o adversário. Pena a contusão do Alan aos dois minutos de jogo. Adeilson até que começou bem, mas depois se empolgou e jogou fora a chance dos 3 a 0, chutando uma bola de um ângulo ingrato, quando tinha o Fred completamente desmarcado na marca do penalti. Era só rolar para ele.
.
Enfim, perdemos mais um título. Sim, a afirmação é categórica porque nem com quatro Fred’s e quatro Conca’s nenhum time do mundo será capaz de vencer o Universidad em Santiago com esses dois volantes patéticos favoritos do Cuca.
.
Eu que sempre fui um otimista nato quando se trata de Fluminense, dessa vez jogo a toalha e nem irei ver o jogo. Futebol, ao contrário do que muitos dizem, é um esporte com lógica sim. Para uma equipe ser vencedora com dois volantes inócuos é preciso que os outros nove jogadores sejam todos fora de série, o que não é o caso agora. A Libertadores do ano passado é um exemplo latente dessa assertiva, pois bastou apenas um volante despreparado protegido para o título fugir das mãos.
.
Domingo enfrentaremos o Goiás em Goiânia sem o Conca e com a lamentável provável volta do Luiz Alberto. Se o Cuca insistir com Diogo e Diguinho será outra dureza, pois o time com dois volantes (volantes?) que não ganham uma dividida sem fazer falta, não conseguem acertar passes a dois metros de distância e ainda por cima não sabem chutar, dificilmente conseguirá a vitória tão necessária. Nem com cinco Fred’s.
.
É isso amigos tricolores, desculpem a causticidade dos comentários, mas não dá mais para aguentar o Cuca. Cada dia que passa fica mais evidente que ele pode ser um bom técnico para trabalhar em clubes médios e desde os inícios das temporadas, com bastante tempo para garimpar jogadores medianos, que acabam se acertando pela superação. Em situações extremas, como a que o Fluminense se encontra nesse momento, não dá pra ele.
.
A Sul-Americana já perdemos, porque mesmo que aconteça um verdadeiro milagre em Santiago, Diogo e Diguinho não conseguirão se sobrepor às equipes argentinas e mesmo a LDU. Vamos ver se pelo menos conseguimos permanecer na elite, já que para o Campeonato Brasileiro todos têm condições de jogo.
.
CUCA, PELA ÚLTIMA VEZ TIRE ESSES VOLANTES DO MAL. TENTE URRUTIA, GONZÁLEZ, TARTÁ PORQUE PIOR DO QUE ESTÁ É IMPOSSÍVEL. PENSANDO BEM, MELHOR SERIA VOCÊ PEDIR PARA SAIR. SERIA MAIS DIGNO.
.

8 comentários:

Blog do Vascão disse...

Não jogue a toalha brother, quem disse que no jogo da volta lá vocês não conseguirão pelo menos o empate e quem sabe a vaga nos pênaltis?

Não desanime, boa sorte.

Abraço
Jeferson

Flunaticas disse...

Caro Tricolor,

Parabéns pelo belo espaço dedicado ao Fluzão. Sou administradora do website Flunáticas, um portal para a torcida feminina do Fluminense. Estamos lançando uma campanha chamada "Menos vaias, Mais amor". Apesar de ser uma iniciativa que está relacionada ao Flu, acredito que pode ser usada por torcedores de qualquer time!

Gostaria de lhe convidar a conhecer o website e a campanha, afim de ganhar o seu apoio na divulgação desta mudança de comportamento dos torcedores!

Acesse: www.flunáticas.com.br

Cordiamente,
G. Kfuri

Tricolor! disse...

Cara, sem querer ser saudosista, mas nesse jogo me deu uma saudade da época do bom e velho Marcão...

Podia não ser nenhum cracaço, mas era raçudo, apresentava REGULARIDADE ao longo das partidas e jamais faria uma cagada daquelas que o Diguinho fez.

Faz tanto tempo que não tenho o prazer de ver um volante nosso com senso de posicionamento... que se adiante nas jogadas... que acerte passes curtos e dê seguimento às jogadas...

A série B é logo ali.

carolina disse...

hola de argentina!
bjos

Helio R.L. disse...

Amigo Jeferson,

Infelizmente não dá mais. Impossível quqlquer clube ganhar no Chile com a dupla de volantes Diogo e Diguinho. Mesmo assim, se o milagre acontecer, para passar na semi-final só com a inscrição de novos jogadores, o que não sei se o regulamento permite. Isso se alguém conseguir convencer o turrão do Cuca a mudar. Infelizmente essa Sul-Americana já era. Vamos ver se pelo menos dá para escapar do rebaixamento.

Saudações Tricolores

Helio R.L. disse...

Flunáticas,

Visitarei o site sim e o divulgarei nesse espaço. Concordo com o lema: Menos vaias, mais amor", embora prefira: Menos vaia, mais amor e menos o Cuca".

Saudações Tricolores

Helio R.L. disse...

Caro Tricolor,

À época em que foi dispensado o Marcão já não reunia as condições físicas ideais, mas mesmo assim era e ainda é bem superior ao Fabinho. Como o time contava com Arouca, Cícero, Carlos Alberto, Junior César, Thiago Neves e com os lampejos do Alex Dias, conseguiu o título da Copa do Brasil. A partir daí não ganhou mais nada e o calcanhar de Aquiles sempre foram os volantes: primeiro o Ygor, invenção diabólica da dupla Renato-Branco, até hoje não esclarecida devidamente e depois com as malas que têm desfilado durante todo o ano de 2009. Enquanto isso, Urrutia, González, Tartá e até o Paulo César não tem uma chance sequer. Só nos resta esperar o fim do ano para que as coisas sejam reformuladas.

Saudações Tricolores

Helio R.L. disse...

Carolina,

Por aqui a coisa está preta. O time joga bem, mas não consegue ganhar. Há sempre um cabeça de bagre na defesa para dar de bandeja os gols para os adversários. Enfim, a esperança é a última que morre.
Curta bastante as férias.

Saudações Tricolores