segunda-feira, 10 de junho de 2013

Fluminense 2 x 1 Goiás. Rumo à liderança!

O golaço de Sobis abriu o caminho para a virada.

Vitória épica obtida na força e na dedicação.

Não chegou a ser um primor de apresentação, mas o modo como à equipe conseguiu virar uma partida praticamente perdida demonstra que o Fluzão uma vez mais irá brigar pela conquista do título.

Sem o entrosamento ideal devido aos inúmeros desfalques, a equipe ainda teve que correr em dobro para conseguir derrotar o bom time do Goiás.

Tudo devido à expulsão de Rhayner ao final do primeiro.

Aliás, o atacante já vinha ensaiando essa expulsão há algum tempo, com reclamações desmedidas e seguidas faltas, muitas delas sem necessidade, como a que causou o gol de empate do Olimpia e que jogou por terra o sonho da Libertadores.

Conforme salientado em postagens anteriores torna-se necessário que a comissão técnica estabeleça um treinamento especial de modo a melhor condicioná-lo nas marcações sem apelar para as infrações.

É notório que a maioria delas é cometida por afobação, mas o modo atabalhoado de tentar roubar as bolas dos adversários pode ser corrigido com treinamentos específicos.
Abel em vez de dar bronca pelo erro deveria esmerar-se mais no treinamento a esse bom jogador.

Rhayner ainda tem crédito com os torcedores, mas precisa diminuir a dose de adrenalina diminuindo as reclamações e principalmente tendo mais cuidado nas disputas de bola.

A destacar a soberba atuação de Sobis, o melhor em campo e o oportunismo de Denilson, jovem da base que fez a sua estreia melhor do que se poderia imaginar.

O domingo foi de regozijo para as divisões de base tricolores, com vários jovens começando
Denilson não sentiu o peso da estreia
a despontar no time de cima e Thiago Silva e Marcelo brilhando na Seleção Brasileira.

Pena que as inúmeras revelações de Xerém não conseguem esquentar o lugar no clube, muitas negociadas sem mesmo jogar na equipe titular uma vez sequer. Menos açodamento e mais calma para negociar as promessas é o ideal esperado pela Torcida Tricolor.

Resta agora tentar a vitória contra a Portuguesa para que a liderança isolada seja sacramentada.


E DÁ-LHE FLUZÃO!


DETALHES:

Fluminense 2 x 1 Goiás

Local: Claudio Moacyr, Macaé (RJ); Data: 09/06/2013
Árbitro: Alício Pena Júnior (MG)
Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Celso Luiz da Silva (MG)
Gols: Vitor, aos 25'; Rafael Sobis, aos 37' e Denilson, aos 41' do segundo tempo.
Cartões amarelos: Rhayner
Cartões vermelhos: Rhayner  

Fluminense: Ricardo Berna; Bruno, Gum, Digão e Carlinhos; Edinho, Diguinho (Eduardo, 32'/2ºT) e Wagner (Monzón, 20'/2ºT); Rhayner, Biro Biro (Denilson,  intervalo) e Rafael Sobis - Técnico: Abel Braga.

Goiás: Renan;  Vitor, Ernando, Rodrigo (Dudu Cearense, intervalo) e Willian Matheus; Valmir Lucas, Thiago Mendes, Ramon e Hugo; Araújo (Eduardo Sasha, 35'/2ºT) e Neto Baiano (Júnior Viçosa, 16'/2ºT) - Técnico: Enderson Moreira.


----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Algumas perguntas:

__ Causa estranheza como jogadores se contundem com frequência mesmo sem atuar na equipe principal. Valencia, Deco e Felipe são os campeões na modalidade. Será que vale a pena insistir na manutenção de seus contratos milionários?

__ A lateral direita continua sendo o calcanhar de Aquiles. Com as pífias apresentações do Bruno e a sequencia interminável de contusões do Wellington Silva, não seria a hora de dar uma oportunidade ao Igor Julião, que em sua estreia contra o Vasco teve destacada atuação?


(fotos: Bruno de Lima / LANCEPress)

Um comentário:

Luiz disse...

Divulguem a denúncia! O torcedor tricolor precisa saber!

Denúncia - Torcedor do Fluminense denucia procurador da Fazenda Nacional

SSTT

Luiz Almeida