domingo, 10 de outubro de 2010

Cruzeiro 1 x 0 Fluminense. A lideraça foi perdida, mas não o campeonato.

O jogo não foi tão emocionante quanto se esperava. Talvez o forte calor tenha contribuído para a lentidão das duas equipes na primeira parte.

O Cruzeiro foi mais feliz. Com o time mais inteiro soube aproveitar a oportunidade que teve para abrir a contagem, enquanto os atacantes tricolores devem estar envergonhados com as chances perdidas na cara do Fábio. Com Rodriguinho, efetivamente não dá para pensar em título, acho mesmo que até a vaga na Libertadores ficará seriamente ameaçada se Emerson não voltar já na próxima rodada.

Washington foi outro que perdeu chances claras, mas que costuma render quando tem ao lado alguém que ameace a meta do adversário. O ideal seria mesmo a volta do ataque titular, mas se depender da eficácia do departamento médico, que errou também com o Deco, esse parece um sonho impossível de acontecer nesse campeonato.

Ao final do jogo Muricy tentou elevar a moral do grupo dizendo que estava satisfeito porque a equipe tinha criado várias oportunidades e que o ruim era quando não criava nada.

Acrescentou também que espera contar com os titulares na reta final. “Tomara que se recuperem. Na frente, não temos opções”, concluiu.

Pena que Muricy esteja com a visão obliterada, pois existem nas Laranjeiras melhores opções para Rodriguinho e Marquinho, que além de nada criar, voltou a concluir bisonhamente uma jogada que poderia ter resultado no empate.

Melhor que Rodriguinho é o Tartá, que mesmo não sendo um atacante nato, possui mais habilidade para o drible e o arremate, pelo menos nunca o vi perdendo tantos “gols feitos”.

Já Marquinho teve seu quinhão de chances esgotado e olha que foi um quinhão substancial, face às inúmeras oportunidades dada por Muricy. E aí é que questiono o porquê do Équi ter tido apenas uma única chance na equipe titular.

Pelo que apresentou nos dois últimos jogos, a chance do Cruzeiro não pontuar nas duas próximas rodadas é grande, de modo que bastará ao Fluminense voltar a vencer para recuperar a liderança.

Os próximos adversários também são difíceis, mas com as voltas de Mariano e Emerson, o Fluminense poderá ter melhor sorte.

Só resta torcer para que os médicos tricolores não errem com o Emerson como erraram com Fred e Deco e também para que o Muricy passe a prestar mais atenção ao restante do plantel.


A guerra não acabou e DÁ-LHE FLUZÃO!

3 comentários:

Anônimo disse...

fluminense é uma droga ¬¬

Anônimo disse...

Fluminense e' uma droga :D
Vicio hereditario, vicio genetico
Ar que respiro e pulso de minhas veias

Mauro Balbino

Fluzão Eterno disse...

Criei um blog sobre meu time de coração que é Fluminense e gostaria de perguntar
se você poderia me ajudar fazendo uma parceria de link comigo,desde já muito
obrigado e parabéns pelo seu blog:
http://fluzaoeterno.blogspot.com/

Fluzão Eterno