terça-feira, 13 de julho de 2010

A Copa se foi. Agora é a vez do Fluzão!


Essa edição da Copa do Mundo mostrou que é possível ganhar campeonatos sem os famigerados "brucutus". Serviu também para desmistificar os "pedaleiros", "firuleiros" e "focas amestradas".

A Espanha chegou ao topo, mesmo sem dispor de qualquer atacante que chegue aos pés do Fred.

Retornamos ao Brasileirão com a esperança que esse seja finalmente o ano do Fluminense.

Temos um dos melhores, senão o melhor, dos técnicos brasileiros, embora a mídia cretina esteja fazendo uma força descomunal para levá-lo para a Seleção.

Temos dois bons laterais, o melhor meio campista e o melhor ataque, ou pelo menos um três melhores da competição.

Temos problemas também. Goleiros, volantes e o outro meia apenas medianos, sujeitos a chuvas e trovoadas, às vezes jogam bem, às vezes entregam o ouro. Quem sabe Muricy não dá um jeito nessa turma.

Para o meio campo, Deco é uma esperança. Esperança cara, negociação complicada à feição de tantas outras tentadas pela nossa diretoria.

A volta do Tartá aumenta o leque de opções para o setor e certamente a sabedoria do Muricy poderá achar um meio de aproveitá-lo.

Uma vitória na próxima quinta-feira manterá o Fluzão no G-4 e com a garantia do segundo lugar na classificação, independentemente dos demais resultados.

Então, Galera Tricolor, vamos lá. Quinta-feira todos presentes ao Maraca para o reinício da arrancada para o título.
.
E DÁ-LHE FLUZÃO!
.

Um comentário:

eginaldo disse...

com Deco o brasileirão é pro Fluzão!!