domingo, 13 de julho de 2008

Fluminense 2 x 1. Vitória, a segunda vítima.

.
Êsse é o cara! Barrá-lo pelo Ygor é uma insensatez indesculpável.

Foi um jogo difícil. Adversário de qualidade. Ainda de ressaca e mesmo sem jogar tudo que sabe, o Fluminense mostrou que pode se recuperar nesse Brasileirão e se classificar para a Libertadores de 2009. Afinal, são apenas 11 pontos que o separa do quarto colocado. Será uma missão difícil, mas não impossível.
.
Para isso será imprescindível que nas partidas restantes, o time mantenha o empenho e a garra demonstrada no jogo de ontem.
.
A equipe do Fluminense, mesmo com as perdas de alguns de seus craques, tem condições de vencer os doze jogos em que terá o mando de campo. E ainda disputará quatro clássicos regionais, com boas chances de vencer, pelo menos metade deles.
.
É verdade que teremos essas Olimpíadas para nos atrapalhar. Mas é sempre assim, bastam que clubes europeus demonstrem interesse por algum atleta daqui para a CBF prontamente os convocar. Não que eles não mereçam a convocação, mas elas só acontecem nessas ocasiões. Há muito tempo tem sido assim. O pior é que são capazes de ficar na reserva de focas amestradas que têm lugar cativo na seleção. Uma lástima!

Gostei do Ricardo Berna. Voltou com mais segurança. Se continuar assim, reformularei, com prazer, meu conceito sobre ele.
.
Washington ainda está sem condições físicas. Parece até que ainda não está recuperado clinicamente. Suas quatro últimas apresentações foram de dar dó. Melhor seria deixá-lo aos cuidados do Departamento Médico para que só voltasse na plenitude de sua forma.

Assisti ao jogo pela televisão. Como havia dito anteriormente, ainda de ressaca para ir ao Maracanã. E também cumprindo a promessa de nunca ir assistir a uma partida em que o Fabinho seja escalado de saída. Não tenho parentesco com o Marques de Sade.

----------------------------------------------------------------------------------

Curiosos os comentários dos cronistas, imputando ao Renato o sucesso da reação. Mais uma vez deitaram loas às substituições. "Mexidas brilhantes", "substituições ousadas, mas eficazes" e assim por diante.
.
Meus amigos cronistas, ele nada mais fez do que corrigir uma escalação mal feita. Desde quando Fabinho protege a zaga? É mais uma espécie de marionete, que corre de um lado para o outro, balançando os braços desordenadamente e cometendo as mesmas faltas bobas e errando os passes de sempre. Insistência com jogadores como ele, Ygor e outros assemelhados nos custaram todos os títulos do ano. Ousadia é escalá-los de início.

----------------------------------------------------------------------------------

Renato está mais comedido em suas entrevistas. Ponto para ele. Não é sem tempo que tenha percebido que aquela atitude pernóstica só serve para acirrar os ânimos de todos contra o Fluminense. Que continue assim.

----------------------------------------------------------------------------------

Ainda sobre o Renato, merece destaque sua declaração após o jogo: "As pessoas esperam uma derrota para pisar no técnico e nos jogadores. Mas se pudesse voltar, faria tudo de novo. Se tivéssemos vencido a Libertadores, falariam que o planejamento tinha sido perfeito. Chegamos até a final, coisa inédita para o Fluminense, mas ouvimos muitas críticas".

Caro Renato, algumas críticas são de jornalistas rubro-negros, que têm muita mágoa do Fluminense, porque de uns tempos para cá, só ganhamos deles de 4. Essas, você tem que ignorar mesmo, porque esses caras não são "flor que se cheire".

Mas, afirmar que se pudesse voltar, faria tudo de novo, a meu ver é um grave engano. Veja, enquanto as fases da Libertadores estavam sendo disputadas em semanas seguidas, poupar a equipe dos jogos intermediários foi uma atitude louvável e vencedora.
.
No entanto, após a semifinal com o Boca, a inatividade do time por tanto tempo, só poderia dar no que deu. A perda do ritmo de jogo e a conseqüente derrota na Libertadores. Não é preciso entrar em detalhes para ver que a primeira partida, em Quito, foi um desastre total. Até Thiago Silva esteve mal. E no Maracanã, faltou perna para fazer o quarto gol, pois com o Ygor certamente, um eles fariam.

Como você mesmo declarou: se tívesemos sido campeões...... Se, mas não foram. Perderam um campeonato de um modo difícil de aceitar. Reflita sobre o assunto e pense nas palavras do velho mestre Didi: "treino é treino, jogo é jogo".

--------------------------------------------------------------------
Continuemos apoiando Torcida Tricolor, que ainda vai dar para classificar.

5 comentários:

Marcio Cardoso disse...

Alo Helio,

saudacoes tricolores! Contente em ver o Flu reagindo da ressaca pos-Libertadores. Proxima parada contra o Palmeiras vai ser dura, porem.

Com certeza, eh necessario ganhar muitos pontos em casa e arrancar uns pontinhos fora-de-casa para se safar desta posicao ainda incomoda... eu acho q Libertadores este ano eh impossivel mas Sul-Americana deve ser encarada como obrigacao se considerarmos o fraco nivel dos times entre o Flu e o 12 lugar.

Agora, um pouco de matematica pq campeonato de pontos corridos permite mais uso de estatisticas e previsoes... Se olharmos as proximas rodadas, meu palpite eh q teremos uma derrota (Palmeiras - fora), uma vitoria (Figueirense - casa) e um empate (Vasco). Depois parada dura mas possivel (Cruzeiro - casa) e um jogo bem importante (Portuguesa - fora) pq a Lusa eh adversario direto contra a degola e tbem eh o tipo de jogo q time q quer subir na tabela tem q ganhar fora-de-casa. OK, se ganharmos os dois ultimos jogos chegaremos a 19 pontos ao final da 16 rodada. Deve haver uns 75% de chance q estaremos entre 15 e 19 pontos naquela altura... Moral da historia: ao final do jogo com a Lusa, menos de 15 pontos eh desespero e vai ser luta contra rebaixamento, se estiver na faixa 15-19 eh a logica e a vida segue, 20 pontos ou mais eh um otimo resultado e o time terah mostrado forca.

O comeco do torneio para o Flu foi muito ruim mesmo, Helio, eu estou preocupado. O Flu vai ter q mostrat muita disposicao durante o segundo turno... estarei torcendo!

Helio R.L. disse...

Marcio,

Achei suas previsões muito pessimistas. É claro que o Renato pode atrapalhar, insistindo com os seus cachos. Mas os adversários também são meio "bolas murchas". Veja o exemplo do Cruzeiro, tão decantado pela mídia. Muita sorte em seus dois últimos jogos, contra o Ipatinga, então merecia ter perdido. Vamos ver. Acho que dá. É só torcer para o Renato não inventar. Saudações Tricolores.

Tricolor! disse...

Não sei se eu estou sendo de um otimismo delirante, mas o que nos separa da faixa da libertadores são 11 pontos.

É muito? É.

Mas não acho impossível, tendo em vista o elenco que temos, o nível geral do campeonato e o fato de ainda termos mais de 2/3 do campeonato pela frente...

ST!...

Tricolor! disse...

Pensando bem, sem um volante razoável pra ser titular e um reserva aceitável (sem Ygor ou Fabinho) e sem lateral direita (o Gabriel não era grande coisa, mas Rafael/Carlinhos são inaceitáveis) vai ficar ruim...

E não vejo motivo para manter no elenco, só para dar um único exemplo, um jogador do quilate do David.

Confesso ter sentido uma ponta de inveja do São Paulo nessa rodada.

Caramba, como eles têm um banco bom. Dagoberto, Hugo, Joílson, Juninho: têm sido banco.

Se o Flu quiser continuar a ostentar a condição de um grande, inclusive internacionalmente, rivalizando com os gigantes que derrotamos na Libertadores, não pode se contentar com jogadores tão ruins como David, Rafael, Carlinhos, Fabinho e Ygor sequer no banco de reservas.

Não precisamos de celebridades, mas de jogadores de bom nível. Manter um elenco forte. Já saíram Cícero e Gabriel. Os Thiagos dificilmente voltam. E a diretoria de braços cruzados. Vimos tantos jogadores bons pela Libertadores, certamente com salários inferiores aos que a Unimed tem pago aos nossos.

Diretoria inerte.

Técnico inerte, que não aponta soluções pra Diretoria, possíveis contratações.

Quem o Renato indicou? Ygor?

Helio R.L. disse...

Caro Tricolor,

Também já estou quase jogando a toalha. Mesmo com esse elenco desfalcado, acho que daria para chegar à Libertadores se tívessemos um técnico de verdade. Você já viu o Renato fazer alguma análise sobre esquema de jogo? Não sabe nada, não posiciona a defesa. Tomamos gols idênticos aos do Palmeiras há milênios. Insiste com o Fabinho para ter que queimar uma substituição em todo o jogo. Do mesmo modo que vc, há muito venho tentando sensibilzar os cartolas do Flu, que nada entendem de futebol, sobre a necessidade de termos reservas de melhor qualidade. Nesse quesito perdemos até para Flamengo e Botafogo. Se mandasse embora Ygor, Fabinho, David, Diego, Carlinhos, poderíamos contratar uns dois meio campistas da segundona. Não seriam nenhuma "brastemp", mas certamente muito mais úteis que essas malas. Já enviei vários e-mails para o João Garcez, mas nada. Gosto dele, mas parece hipnotizado por Horcades, Branco e Celso Barros. Na final com a LDU tive a sorte (ou azar) de sentar numa fileira atrás do Horcades. Berrei como um desesperado para que ele tirasse o Ygor na marra e colocasse o Dodô. Ele sorriu ironicamente, olhando para seus comparsas e nada disse. Tenho certeza de que no lugar do Renato, teria condições de ganhar os 9 próximos pontos dessas três babas. Colocaria Maurício, Roger ou até mesmo Romeu no lugar do Fabinho, mandaria Washington para um spa e, é claro, mostraria um esquema de jogo para ganhar os jogos. Mas com Renato, não dá. Saudações Tricolores.