domingo, 23 de maio de 2010

Corinthians 1 x 0 Fluminense. Vitória de Ali-Babá e seus asseclas.


Caros tricolores, não gosto de justificar derrotas por conta de arbitragens, ainda mais porque esse negócio de chororô pertence a outras torcidas. Dessa vez, porém, não dá para ignorar a atuação calamitosa do trio no jogo de hoje.

A começar pelo critério adotado pelo Gaciba na marcação das faltas. Qualquer choque por menor que fosse era falta contra o Fluminense, inclusive a que originou o gol, quando Dentinho nitidamente se jogou ao chão. Em contra partida, vistas grossas contra o Corinthians, em especial a entrada desclassificante do Jorge Henrique no Rodriguinho, que nem chegou a ser considerada faltosa.

Não bastasse isso, três lances legais claríssimos foram invalidados pelo bandeira caseiro e mal intencionado, dois dos quais acabaram nas redes corintianas.

Assim fica difícil e o pior é que essa camarilha deverá continuar a desfilar a sua “incompetência” pelos estádios impunemente. Pena para os torcedores.

Quanto ao jogo em si, deu o esperado. Domínio tricolor e a eterna dificuldade de meter a bola nas redes adversárias. Até que Fred recupere o ritmo de jogo vai ser assim, porque os outros atacantes fazem apenas figuração.

Gostei da estreia do Carlinhos. Começou inibido perdendo uma boa chance, onde nem chutou nem cruzou para a área, mas acabou redimindo-se num centro preciso para a cabeça de Fred que passou triscando a trave direita do Felipe. Com o correr dos jogos poderá vir a ser bastante útil. Pena que Mariano esteve muito mal. Errou mais do que acertou.

Quanto ao gol, Rafael demonstrou mais uma vez que não tem muita noção de colocação e armação de barreiras nas faltas daquela distância. Um gol que poderia ter sido evitado.

A quantidade de erros de passe continua assustadora e não deverá terminar até que Diogo, Diguinho, Marquinho e também o Everton, hoje na reserva, continuem formando o meio campo tricolor.

Muricy já deve ter percebido que com eles não dá, tamanha é a insistência na contratação de dois volantes e um meia. Só não consigo entender como é que não dá uma chance sequer ao Equi Gonzáles no lugar do Marquinho ou mesmo do Diguinho porque por mais que errar, certamente acertará bem mais que eles. E, além disso, sabe chutar a gol com precisão.

Que venham Cleber Santana, Edinho e talvez o Deco, única maneira da Torcida Tricolor livrar-se definitivamente desses volantes e meias sem inspiração.

E por falar em Deco, vocês não acham que seria muito mais fácil e mais barato contratar o Diego Souza?

E DÁ-LHE FLUZÃO!

6 comentários:

PCFilho disse...

Excelente análise, Hélio. Obrigado pelo excelente trabalho que você faz ao comentar os jogos do Tricolor aqui.

Minha análise se baseia principalmente nos erros de arbitragem, que hoje foram de fato para lá de decisivos:
Resenha: Corinthians 1 x 0 Tricolor.

Saudações Tricolores,
PC

Vital disse...

Prezado Hélio,

Excelente análise, como sempre.

Não há como justificar a presença do Marquinhos em campo vendo o Equi no banco.

Concordo que o gringo tenha falhado em alguns passes no primeiro jogo contra o Grêmio, justamente quando tinha uma enorme expectativa sobre si, inclusive de nosso treinador, mas as falhas não foram tantas assim, e perfeitamente justificáveis por se tratar de um jogador que não jogava há muito tempo, até gol ele fez.

Espero que o Muricy acorde, e não o deixe mais à sombra desse pseudo meio campista, que apresenta total nulidade, jogo após jogo.

ST
Alessandro Vital

Pedro L. disse...

Concordo com todos acima.
Tomara que o Muricy dê uma nova chance para o Equi.
É a única opção que temos disponível hoje para dar mais lucidez ao nosso meio de campo.

Ainda sobre o jogo de ontem:
Curioso apenas que o bandeira ao anular corretamente o lance do penalti do Fred, marcando impedimento, teve uma precisão cirurgica.
E no primeiro tempo, o outro bandeira falhou clamorosamente contra o Flu. Estranho, não?

Helio R.L. disse...

Caro PC,

Grato pela força. Pena que nossa diretoria acéfala não consegue enxergar os bons jogadores quando efetua as contratações.

À exceção de 2008, não consegue montar um time medianamente confiável. O desequilíbrio é total.
Temos o melhor centro-avante do país, um dos melhores meias de armação da atualidade e ..... mais nada. Ah, ainda temos o Muricy, mas em compensação temos muito dirigente incompetente.

Quanto às arbitragens, como diria o Casoy: "Isso é uma vergonha".

Sinceramente não acredito que em todos esses lances tenha havido erro. A meu ver a turma já entra de má vontade contra o Flu, repare que são quase todos. Estranho, não?

Um forte abraço e saudações tricolores.

PS. Li a sua resenha, aliás como em todas as semanas.

Helio R.L. disse...

É, Vital, não estou conseguindo entender essa paixão repentina do Muricy pelo Marquinho. O cara não joga nada, engana em várias posições e o técnico aprova. Diguinho é outro que já encheu as medidas. Não vejo a hora de nos livrarmos dessas pragas.

Saudações Tricolores

Helio R.L. disse...

Pedro,

Se aquele bandeira não estava de má vontade com o Flu, então ele é míope e deveria tentar outra profissão.

Saudações Tricolores.